ENSINO

Instruir é Construir

 

A criação do Externato Capitão Santiago de Carvalho resultou da iniciativa de dois sacerdotes e três professores do ensino primário, norteados pela prestação de um serviço à comunidade.

No ano de 1964 foi enviado ao ministério da educação o primeiro pedido de autorização, que no ano seguinte foi indeferido com o argumento de que o estabelecimento de ensino mais próximo ficava a 12 km, no Fundão, pelo que não se justificava.

Inicialmente foi criado na Póvoa da Atalaia, em regime de ensino doméstico, e posteriormente transferido para Alpedrinha no ano de 1968.

Em 1970 foi concedida a primeira autorização provisória de funcionamento e adquirido o edifício onde ainda hoje funcionam a Direcção, os serviços administrativos e algumas salas de aula. O paralelismo pedagógico e económico foi concedido, provisoriamente, em 1973 e o alvará definitivo em 1981, pelo então Ministro da Educação e Ciência, Dr. José Hermano Saraiva. O chefe de gabinete, Dr. João Falcato, por proposta do Rev.mo Padre José Carvalho Santiago, aceitou a designação de "Externato Capitão Santiago de Carvalho", em homenagem a seu irmão, herói nacional que, com grande coragem e sentido de dever, pereceu em combate no dia 18 de Dezembro de 1961, aquando da invasão de Damão, na Índia.

Em 1995 foi constituída uma sociedade por quotas com a designação Externato Capitão Santiago de Carvalho e Irmãos Lda., que substituiu a empresa em nome individual, Externato Capitão Santiago de Carvalho. O colégio tem-se expandido para terrenos anexos e, em 1998, foi inaugurado o último edifício com mais seis salas, uma Biblioteca, um Centro de Recursos com videoteca, os laboratórios de Química e Biologia e uma cantina.

Escola particular com ideário próprio, o Externato Capitão Santiago de Carvalho, visa “Instruir para Construir “ numa perspetiva humanista, fundamentada de valores cristãos, revelando responsabilidade na educação dos seus alunos, o que tem vindo a acontecer á mais de três décadas.

50 Anos ECSC